CURSO ONLINE DE EMPREENDEDORISMO E INOVAÇÃO

Scalabl impulsiona você a quebrar os paradigmas do mundo empreendedor

El Mundo Emprendedor
Maio 2017

Com o passar dos anos, Francisco Santolo descobriu que a sua paixão era ajudar os empreendedores a realizar os seus sonhos. Francisco explica por que o seu modelo de montar negócios gera disrupção no ecossistema empreendedor ao compilar, simplificar e reelaborar desde a sua própria experiência a literatura mais inovadora do assunto, desenhar modelos sem investimento minimizando os seus riscos, gerar uma linguagem em comum e impulsionar os membros da rede a cuidar um do outro, colaborar e gerar sinergia com os talentos que cada um tem.

Por Ayelén Ruiz

Criou o seu primeiro empreendimento quando era adolescente, depois descobriu que a sua paixão era ajudar empreendedores a realizar os seus sonhos.

Francisco Santolo tinha só treze anos quando sem perceber se aventurou no que foi o seu primeiro empreendimento. Um fim de semana começou a experimentar códigos sobre a base de um programa de mensagens instantâneas e criou um bate-papo que permitia enviar desenhos, piadas, e sorrisos que rapidamente captaram a atenção dos usuários. Fazendo alguns arranjos durante o caminho, Francisco teve que criar uma página para que o bate-papo se pudesse descarregar devido à grande demanda dos usuários. Em uma época onde não existia o Skype, nem os telefones celulares acessíveis chegou a ter cinquenta mil visitantes por dia e trezentos mil usuários cadastrados nos primeiros meses. A sua página começou a conectar empresas do mundo todo sem saber que quem estava por trás de tudo isso era um adolescente com vontade de explorar novos horizontes.

A sua primeira experiência ajudando empreendedores começou quando trabalhava no centro de empreendedores da faculdade coordenando uma concorrência de planos de negócio. A vida o levou ao mundo corporativo onde passou mais de dez anos, no entanto, descreve a volta ao mundo empreendedor como mágica: “Em uma pós-graduação, nos Estados Unidos, nos deram uma aula de networking que mudou muito a minha cabeça. Me dei conta que simplesmente através das pessoas podíamos conseguir todas as coisas que conseguíamos, que todo mundo tem um desejo, que esse desejo é um desejo que em geral não contamos para os outros, que acreditamos em que as coisas têm mais valor quando se conseguem por nós mesmos, e que todos nos podemos ajudar muito mais fácil e mais forte do que imaginamos ou acreditamos”.

Com essa experiência voltou à Argentina e se dedicou a explorar este novo mundo. Primeiro começou com amigos, depois com amigos de amigos e a roda continuou rodando. A maioria das pessoas pediam para ele que os ajude a empreender, a avaliar as suas empresas ou criar um novo produto. Com o passar do tempo alguns desses empreendores que tinha ajudado decidiram lhe dar parte das suas empresas como recompensa pelo conseguido.

Enquanto trabalhava em Dubai, teve a louca ideia de ajudar empreendedores com o uso de tecnologias como o Skype e assim aplicar tudo o que tinha aprendido no curso de empreendedores e inovação que tinha feito em Stanford. Desembarcou novamente em Buenos Aires e durante dois meses se dedicou a desenvolver a metodologia que hoje aplica em Scalabl, uma criadora de empresas e aceleradora de startups que combina o modelo corporativo com os modelos disruptivos criados nos últimos anos. Utilizando o Business Model Generation do Steve Blank e outros autores como Eric Ries ou Jeofrey Moore que fizeram uma grande colaboração no mundo do empreendedorismo, Scalabl conseguiu criar cento e vinte empresas desde março de 2016 e incubou mais de quarenta. Francisco destaca que conseguiu quebrar todos os paradigmas do ecossistema atual, um deles é que não é preciso dinheiro para se empreender. As empresas que desenvolvem são empresas sem risco econômico, sem investimentos, mas com alto potencial de escalabilidade e rentabilidade.

“Acho que a nossa virtude é ter combinado os valores e o networking como uma linguagem comum para esta rede de empreendedores cheia de diversidade, e essa linguagem comum nasce da literatura simplificada. Acrescentamos nisto um pouco do nosso tempero no sentido de, em um país difícil como a Argentina, apontar aos modelos de baixo risco. Modelos com pouca quantidade de recursos próprios no início, aos modelos que não precisem de investimento até que possam provar que podem crescer de forma previsível”. - Francisco Santolo CEO da Scalabl.

Hoje Francisco olha para atrás e não se esquece de todas as pessoas que o acompanharam no caminho que ele mesmo viveu como empreendedor. Quando Scalabl se concentrava em um quarto da casa da sua mãe, quando os seus amigos ligavam para ele para perguntar com que podiam ajudar, o acompanhamento da sua esposa em todo o processo e centenas de pessoas que conseguiram realizar o seu sonho e o de muitos empreendedores.

Outros artigos de Francisco Santolo